Rádio Brasil Sertão

Mais de 1,2 mil beneficiários do Ipsemg em Uberlândia e Uberaba têm irregulares cadastrais e podem ter benefícios suspensos

"As cidades do Triângulo Mineiro estão entre as 10 com mais beneficiários irregulares. Aposentados e pensionistas devem responder ao questionário até 14 de fevereiro pelo site do instituto."

Uberlândia e Uberaba estão entre as dez cidades com o maior número de beneficiários irregulares no Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg). A irregularidade provém da não realização do Censo Cadastral Previdenciário de Regime Próprio de Previdência (RPPS).

Em janeiro, a pesquisa foi reaberta para os servidores que ainda não a responderam e permanecerá disponível até 14 de fevereiro para a realização do recenseamento pelo site do Ipsemg. Aqueles que não realizarem o procedimento poderão perder o benefício.

São 739 beneficiários irregulares em Uberlândia, entre aposentados, pensionistas e trabalhadores ainda em atividade. Já em Uberaba, 487 beneficiários não responderam a pesquisa, que foi realizada entre junho e dezembro.

Cidades com maior número de irregulares

Aposentados

Ativos

Pensionistas

Belo Horizonte - 4.428

Belo Horizonte - 2.816

Belo Horizonte - 708

Montes Claros - 479

Montes Claros - 594

Contagem - 102

Contagem - 434

Juiz de Fora - 319

Juiz de Fora - 66

Uberlândia - 415

Contagem - 295

Betim - 56

Juiz de Fora - 409

Uberlândia - 275

Uberaba - 56

Governador Valadares - 327

Governador Valadares - 190

Governador Valadares - 53

Uberaba - 273

Ribeirão das Neves -172

Uberlândia - 49

Teófilo Otoni - 221

Uberaba - 158

Montes Claros - 48

Betim - 218

Teófilo Otoni - 146

Sete Lagoas - 46

Ipatinga - 207

Betim - 122

Ribeirão das Neves - 36

Powered by Froala Editor

NOTÍCIAS MAIS LIDAS